Recursos ajudam a incrementar agricultura familiar

Recursos ajudam a incrementar agricultura familiar

Viabilizados pelo senador Wellington Fagundes, eles serão investidos em quatro municípios 

A produção agrícola de Mato Grosso ganhará novo incremento com a liberação de R$ 1,2 milhão pela Superintendência de Desenvolvimento do Centro Oeste (Sudeco) para quatro municípios de Mato Grosso. Os recursos serão aplicados em General Carneiro, Rosário Oeste, Terra Nova do Norte e Campinápolis e incluem a aquisição de maquinários para melhoria de estradas vicinais utilizadas no escoamento da produção, pavimentação de ruas e escavação de tanques para a piscicultura.

Viabilizados pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT), os recursos ajudarão pelo menos 300 pequenas propriedades rurais, 150 grandes propriedades e 4 mil indígenas das etnias Bororo e Xavante que vivem em 50 aldeias na região de General Carneiro. “Eles serão aplicados na melhoria das estradas. A prioridade é melhorar o escoamento da produção agrícola”, diz o prefeito Luís Otávio Geller Saraiva.

No caso de Rosário Oeste, o projeto inclui a ampliação da produção de pescado em assentamentos rurais como Raizama, onde famílias de pequenos produtores já se dedicam à piscicultura. “Os recursos também vão ajudar a criar uma nova alternativa econômica, levando a piscicultura para regiões onde ela ainda não é praticada”, explica o prefeito João Balbino. Segundo ele, a escavadeira hidráulica a ser adquirida com os recursos da Sudeco será utilizada na abertura de novos tanques de piscicultura.

“Nossa base econômica é a pecuária de corte e leite e vamos ampliar a produção com esses recursos”, prevê o prefeito de Terra Nova, Valter Kuhn. A soja e o milho começam a ganhar os campos do município, que já dispõe de uma pá-carregadeira e agora com dois caminhões basculantes viabilizados pelo senador Wellington Fagundes. “Temos mais de 1 mil km de estradas e esses equipamentos ajudam na melhoria das condições de trafegabilidade e no escoamento da produção”, conta.

Em Campinápolis, os recursos serão usados na pavimentação de ruas e avenidas no entorno do córrego Voadeira, beneficiando diretamente a 1.500 pessoas. A obra também vai contribuir para o escoamento da produção, principalmente de leite, carne e hortifrutigranjeiros.

Da assessoria

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado

× Como posso te ajudar?