Transpantaneira vai receber obras de infraestrutura

Transpantaneira vai receber obras de infraestrutura

A rodovia Transpantaneira, principal acesso ao pantanal de Mato Grosso, deve receber seis novas pontes de concreto em substituição às que foram destruídas durante os incêndios que devastaram o bioma durante a seca deste ano. Além dessas, outras 28 pontes de madeira serão substituídas por bueiros tubulares de concreto. A informação foi repassada ao senador Wellington Fagundes (PL-MT) pelo governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, durante audiência realizada nesta segunda-feira (30.11). A intenção, segundo o governador, é garantir a boa trafegabilidade da rodovia durante todo o ano.

Durante visita realizada ao pantanal na semana passada, o senador diz ter confirmado a necessidade dessas obras, já que muitas pontes foram totalmente destruídas pelas chamas, enquanto outras estão em mal estado de conservação. Ele reforçou a necessidade de o Estado atenderá a população pantaneira, duramente atingida pelos incêndios florestais. 

“Estamos falando de estruturas que são a única alternativa de acesso para quem mora na região”, disse, ao destacar que estruturas permanentes deverão aliviar a situação para o próximo período de seca, cuja previsão aponta para mais queimadas.

Animais

Presidente da Comissão Temporária Externa criada para acompanhar a situação do pantanal em decorrência dos incêndios, o senador Wellington Fagundes também conversou com o governador sobre a necessidade de manutenção permanente de toda a Transpantaneira, além de melhorar a estrutura do Posto de Atendimento Emergencial de Animais Silvestres (Paeas) instalado no km 17 da rodovia e que realizou o resgate e tratamento de pelo menos 207 animais atingidos pelo fogo.

Poços artesianos

“Outro trabalho que requer a parceria do governo do Estado é a instalação de poços artesianos”, diz o senador. A prospecção está sendo realizada por equipes técnicas da Associação Mato-grossense dos Municípios. Os poços servirão para garantir o abastecimentos de viaturas do Corpo de Bombeiros e caminhões-pipa durante incêndios. “Como a previsão é de mais quatro a cinco anos de seca extrema, esses poços serão fundamentais no caso de novos incêndios”, avalia.

Estrada verde

Além das ações imediatas para o pantanal de Mato Grosso, o senador também conversou com o governador sobre a conclusão da pavimentação da MT-040, chamada de “Estrada Verde”, que vai ligar Cuiabá a Santo Antônio de Leverger, Mimoso, Fátima de São Lourenço (distrito de Juscimeira) e Rondonópolis. 

A rodovia será uma alternativa para a BR-163/364 e ligar a capital a cidades do Sudeste de Mato Grosso. Segundo o governador, a rodovia deve ser inaugurada provavelmente em 05 de maio do ano que vem em homenagem ao marechal Cândido Rondon, que nasceu em Mimoso.

 

Da assessoria

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado

× Como posso te ajudar?