Wellington anuncia vinda de ministro a MT para apoiar reestruturação de Instituto de Pesquisa do Pantanal

Wellington anuncia vinda de ministro a MT para apoiar reestruturação de Instituto de Pesquisa do Pantanal

O senador Wellington Fagundes (PL) anunciou, durante a 1ª Conferência do Estatuto do Pantanal, a vinda do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, a Mato Grosso para definir a reestruturação do Instituto Nacional de Pesquisa do Pantanal (INPP), instalado em um prédio no campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá.

A intenção, segundo o senador, é implantar definitivamente o INPP em Mato Grosso. Apesar de instalado na Capital, é coordenado atualmente pelo Museu Paraense Emilio Goeldi, localizado em Belém, no Pará.

Universidade

A implantação do instituto conta com o apoio do reitor da UFMT, Evandro Aparecido Soares da Silva, em ofício enviado ao senador Wellington, onde expôs sua preocupação diante da situação. Para ele, a ação imediata é considerada fundamental para a pesquisa e elaboração do conhecimento científico em um dos mais importantes biomas do mundo.

“Esta é uma iniciativa fundamental. O instituto já existe, mas não funciona como deveria e é por isso que, em reunião com o ministro Marcos Pontes, ele enxergou essa necessidade e confirmou a sua vinda ao Estado para discutirmos a melhor maneira de fazer com que o INPP passe funcionar efetivamente, trazendo resultados para melhor cuidarmos do nosso pantanal. Estou acompanhando a agenda do ministro e, assim, que tivermos uma data, divulgaremos para todos”, disse Fagundes.

O pantanal é Patrimônio da Humanidade e Reserva Mundial da Biodiversidade e não conta com a implantação definitiva de um instituto, que é estabelecido em Lei (12.954) desde 2014.

No entanto, antes mesmo da legislação, a estrutura do Instituto já existia desde 2012, mediante convênio entre os governos Federal e Estadual, e a UFMT, já com o objetivo de abrigar um quadro de efetivo de técnicos e pesquisadores, além de tecnologia atualizada para a realização de estudos sobre o Pantanal.

A data para a vinda do ministro ainda não foi definida, mas a visita deve ocorrer até o final deste ano.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?